Quebra os maus hábitos

O arrancar as peles das unhas, o comer uma tablete de chocolate ou o chegar atrasado a um compromisso são aqueles vícios manhosos que teimamos em manter. Ninguém é perfeito, e por vezes esses hábitos começam a interferir com a vida dos outros e nós não queremos isso. Mas a grande questão que aqui se coloca é – Como podemos deixar o dito mau hábito?

O primeiro passo é tomar consciência do comportamento. Não é de um dia para o outro que damos conta dos nossos maus comportamentos, por vezes basta uma chamada de atenção da nossa amiga para percebermos que estamos a asneirar e temos de parar – roer as unhas, enviar sms’s ao ex passado meses ou enfardar só porque estamos com o TPM.
Há comportamentos que mexem com o nosso sistema nervoso e precisamos tomar  consciência para podermos acabar com eles. Temos de reconhecer o que está mal e só depois é que definimos o objectivo. Queres unhas longas e duradoras? Queres emagrecer? Queres poupar para uma viagem mas o dinheiro não estica? Então está na hora de definir e criar um plano. Temos de ter noção do que vamos enfrentar pois os maus hábitos podem se tornar grandes desafios.

Se o plano não está a correr como queremos ou se temos alguma pressa na sua concretização, podemos sempre procurar alternativas – Se és fumadora e queres deixar de o ser, então procura ajuda. Ninguém é capaz de o deixar de fumar de um dia para o outro e ajuda médica é necessária e obrigatória. Poderás deixar aos poucos, pois o corpo precisa de se ir preparando. Se adoras fazer compras mas a tua carteira sofre, podes sempre deixar de levar a carteira contigo para o shopping, ou criar budget que te ajude reflectir no acto da compra. 
O que não faltam são opções, mas não queiras acabar com todos de uma vez. Foca num só mau hábito e depois é que podes passar para outro. Não consegues fazer uma alimentação saudável, dormir 8 horas e ir ao ginásio frequentemente - Começa por ganhar uma rotina nocturna depois avança para alimentação e só depois é que te inscreves num ginásio. Adapta-te aos poucos e não à bruta, pois o nosso corpo sente as mazelas.
Mas como tudo na vida é preciso evitar recaídas e resistir a tentações. As histórias das recompensas são muito bonitas mas acreditem que se deixarem de comer chocolate e voltarem a ter o sabor na boca, vão querer comer mais. Por isso é que as recompensas devem ser deliberadas, mas já lá vamos.


Lembram-se 21 Days Sugar Detox? Uns desenhos com doces na qual era possível pintar a nossa evolução? Escrevam as vossas intenções e o que vos leva a mudar. Registem a vossa evolução, seja ela qual for. Apontem as vezes que chegam atrasadas. Apontem as asneiras que comeram. Apontem, pois assim têm uma noção realista daquilo que fazem e talvez tomem mais consciência do comportamento.
Quando derem conta o pior já passou e já nem sequer terão memória do mau hábito, sendo que está na hora da recompensa. A recompensa é uma forma de reconhecer a perda do mau hábito e para relembrar o seu porquê. Mas há que manter o foco e resistir após a mesma.


Nunca exijas mais do que podes e aguentes. Sê paciente, os resultados demoram e perder uma mania pode demorar até 21 dias. Como tudo na vida, os resultados demoram a aparecer mas com tempo e paciência tudo pode mudar.

4 comentários:

Minnie Me disse...

Sem dúvida que este post está muito bem escrito. E há tantos maus hábitos que devemos perder :/ vou começar a ponderar ;)
Beijinho

As Coisas Dela disse...

Não é fácil mudarmos os nossos maus hábitos, mas é possível! Beijinhos*

Cláudia S. Reis disse...

Um excelente post com o qual me identifiquei bastante. No verão deixei de roer as unhas e agora ando a fazer detox de doces. Uma coisa de cada vez, passos pequeninos. Tudo se consegue :)

Ela e Ele disse...

Tens toda a razão, mas dá tanto, taaaaaaaanto trabalho...