Como sobreviver à idade


- Sonhar não tem idade! - Já dizia o outro "Tenho em mim todos os sonhos do mundo" e não é que é verdade? Alguns irás concretizar outros irão ficar pela canção "sonhador, sonhador mas ao menos a sonhar".

- Aceita o nº - É difícil, mas quanto mais depressa o fizeres mais depressa tiras esse problema insignificante da tua cabeça. Não importa a idade, importa sim como tu a vives!

- Constante Evolução - Estamos sempre a aprender e em cada esquina há uma nova lição de vida à tua espera.



- Estás no lugar certo - Pode não parecer mas as coisas acontecem quando tiverem que acontecer. Calma! Não me batam. Um dia vão olhar para trás e dizer Estive mal mas agora sou feliz.

- Não tenhas pressa - Lá por teres namorado há 3 meses não significa que tenhas que casarmorarepinar já... Vive o momento. 



- Não desistas dos teus objectivos - As coisas levam o seu tempo, não desistas logo à primeira. Vai tentando, acredita que no fim vai valer a pena.

- Vê o que está mal na tua vida - Agarra numa folha e analisa o que estás a fazer de errado. Terás tu a gastar o teu tempo ou terás um retorno inesperado. É sempre bom analisarmos as nossas decisões e escolher o caminho correcto. Investe em ti e não nos outros.



- Aceita o que o destino te dá - O teu namorado acabou contigo? Pensa que o melhor poderá estar para vir. Acredita que se ele te deixou, não estás a perder nada, muito pelo contrário. 

- Faz uma bucket list - Ainda vais a tempo, basta seres organizada. 

- Não deixes de ser quem és - Por muito que te digam que ainda tens comportamentos de criança, sê sempre tu mesma! Que mal tem ainda gostares da Sailor Moon ou de ires à área dos brinquedos do supermercado? 

Filmes que nos fazem querer ir a Paris... Tipo JÁ!


- Antes do anoitecer - Jesse e Celine conheceram-se num comboio em Viena em "Antes do Amanhecer". Passaram-se 9 anos e reencontram-se em Paris. Segue-se hora e meia de conversa pelas ruas da cidade que pode mudar as suas vidas.



- Moulin Rouge - Paris de 1899 criada num estúdio pela imaginação de Baz Luhrmann onde um jovem poeta boémio se junta ao mundo colorido do Moulin Rouge de Paris, onde se misturam ladrões e aristocratas, todos dominados por Satine, a mais famosa cortesã da cidade.




- Meia - noite em Paris - O melhor de dois mundos neste filme de Woody Allen - Paris da actualidade e a dos anos 20, com a arte e romantismo em comum. Um filme onde a fantasia e a realidade se misturam na cidade das luzes. 



- Ratatui - Tal como Remy diz " What a better place to  dream than in Paris." .
A história do jovem rato que vive num dos melhores restaurantes de Paris e sonha tornar-se um chef.



- A invenção de Hugo - A história de um rapaz que vive escondido na Gare Montparnasse nos anos 30 tenta resolver um mistério deixado pelo seu pai.

- O Fabuloso Destino de Amélie - Uma Paris idílica e vista pelos olhos de Amélie, que embarca numa missão para fazer felizes as pessoas à sua volta.



- O Corcunda de Notre Dame - Fizeram-se várias adaptações cinematográficas do romance de Victor Hugo e esta animação da Disney é naturalmente a mais festiva em redor da amizade entre o corcunda e a cigana dançarina. 


- 2 Dias em Paris - A relação entre uma fotógrafa francesa e um designer de interiores já viveu melhores dias. Após umas férias falhadas em Veneza decidem passar dois dias em Paris antes de regressarem aos Estados Unidos. E será que a cidade pode reacender o romance?

10 coisas que não deves dizer a um desempregado


Ainda não arranjaste nada? 
Pelos vistos não, se estou à tua frente num dia de semana é possível que ainda esteja desempregada.

Já te inscreveste no centro de emprego? E em empresas de empregos temporários?
Há pessoas que pensam que nós não nos sabemos mexer. Sim, todos nós já nos inscrevemos no centro de emprego e nas empresas de empregos temporários e não, não recebemos cartas e chamadas. No meu caso, sou sempre chamada para palestras sobre Estágios e uma coisa que se dá pelo nome de vida activa (voluntariado nas empresas). 


Deixa de ser exigente.
Queres que te mande ou vais sozinha? Há empresas que abusam dos estágios curriculares - pagam cerca de 100€ ou não chega a isso - e nós não somos obrigados a aceitar aquelas condições. A escravidão já acabou...

Já pensaste em mentir no currículo? Comigo funcionou.
A minha avó diz que a mentira tem perna curta... 


Isto está mesmo mal para não te contratarem.
Obrigada pelo elogio.

Sou capaz de arranjar mais depressa do que tu.
Um sopapo nessa tua boca não te fazia mal nenhum.


Tenho só o 9º ano e já arranjei emprego.
Isto é para aquelas amigas da minha mãe... 

Já pensaste em tirar um curso de unhas de gel? 
Tu queres é que te faça as unhas de borla, diz lá a verdade.


Não queres tirar um mestrado? 
Não e sabes porque? Porque ia acabar por desistir como todos os meus colegas do curso.

Já pensaste em entregar o currículo directamente às empresas em vez de ficares sentada frente ao computador? 
Já o fiz e não deu em nada... Mais alguma coisa?

A Amiga Genial de Elena Ferrante - Ler faz bem #90

Classificação: 5 estrelas

A Amiga Genial
Elena Ferrante
Tradução: Margarida Periquito
EAN: 9789896414795
Nº de Páginas: 272
Formato: 15,3 x 23,3 cms
Acabamento: Capa Mole
Peso: 412 gr


A Amiga Genial de Elena Ferrante
A história centra-se na amizade entre Elena e Lila. Tudo começa com a infância de ambas, elas provêem de famílias pobres e sonham sair daquele bairro. Brincam e estudam juntas mas só uma segue com os estudos. Lila sente inveja de Elena, pois Elena tem o apoio dos pais e deixam-na estudar. Já Elena sente ciúmes de Lila, pois esta é inteligente e tem sempre uma reposta na ponta da língua.


Confesso que o livro não me agarrou desde o início, foi preciso chegar a meio para me prender à leitura do mesmo. Levei-o comigo de férias e li-o em 2 dias. 4 horas de viagem servem para pôr a leitura em dia.
São muitas as personagens, e logo no início, o livro possui uma cábula onde apresenta todos os personagens da obra - desde o nome à profissão.
A escrita em si é simples mas a acção tem um andamento feroz. Somos engolidos pela história e por vezes sentimos na pele os ciúmes de ambas. 
Elena na minha opinião começa por ser uma personagem sonsa mas ao decorrer da obra ela ganha destaque, mas sempre à sombra de Lila. Já Lila foi uma personagem que me enervou com as suas atitudes de superioridade. 
A obra é interessante em todos os sentidos, desde o "fantasma" da autora, visto ninguém saber que é, até ao facto da história ser da autora. O que é que eu quero dizer com isto? Simples. Acho que a personagem Elena é a autora. Isto não passa de um pressuposto, mas quero acreditar que seja a verdade. 
Quando a acabei de ler a última página, estava eu deitada na minha cama em casa dos meus avós e o primeiro pensamento que tive foi - Merda! Deixei a 2ª parte em casa, em Lisboa. 
Acaba em suspense e o que vocês mais querem saber, é o que vai acontecer na 2ª parte. Mas calma, é preciso ler muitas páginas para se saber o que se passou. 




Classsificação: 4 estrelas

História do Novo Nome
Elena Ferrante
Tradução: Margarida Periquito
EAN: 9789896415440
Nº de Páginas: 384
Formato: 15,3 x 23,3 cms
Acabamento: Capa Mole
Peso: 578 gr

História do Novo Nome de Elena Ferrante
Nesta segunda parte, a história muda para ambas. Agora com 17 anos, Lila tenta a ascensão através do casamento, já Elena progredi nos estudos. Elena chama a atenção dos professores com os seus progressos nos estudos enquanto Lila se vira uma senhora chique e pomposa. Ao longo do tempo vamos percebendo que Lila sente-se presa a um casamento fracassado e que já não é mais aquela moça ingénua que era capaz de fazer frente aos rapazes. 

Sinopse da Relógio d'água

Se já odiava Lila, agora quero que a personagem sofra horrores. Desculpem a sinceridade mas a moça enerva. Elena deixa de lado a amizade de Lila mas sempre à coca de saber novidades. Vão sofrer de amores pelo mesmo rapaz o que vai colocar à prova a amizade de longa data. Lila descobre factos do passado que desconhecia e é desde ai que a mesma "tenta" rejuvenescer. 
Não é tão bom como o 1º mas não deixa de ser uma leitura que nos leva a querer continuar a saber mais e mais. 
Agora é assim, fui à biblioteca saber dos outros dois livros e há uma besta que ainda não os devolveu e já está em atraso com a biblioteca. Faça o favor de entregar, porque este também acaba em suspense... 




Como sobreviver ao Outono/Inverno

São poucas as coisas que podemos fazer nestas estações do ano, o melhor é aproveitar ao máximo. Quem é que não tinha saudades das mantinhas fofinhas? Daqueles serões ao ouvir a chuva cair .... De pôr as séries em dia com uma bela caneca de chocolate quente. Mas a verdade é que são as estações do ano que nos deixam mais deprimidas e cansadas, como devemos agir para não nos deixarmos ir pela onda da tristeza? 

- Fazer Caminhadas - Sabias que os teus níveis de melatonina - Hormona que te faz sentir cansada e com mais fome - sobem no Outono? Toca a aproveitar todos os raios de sol para não deprimires. 

- Come mais proteínas - Vamos aumentar a serotonina, pois influencia o teu estado de espírito e a tua qualidade de sono.


- Não pares de ir ao ginásio só porque está frio - Mexe-te para os teus níveis de dopamina subirem, não ponhas em causa a tua concentração e apatia. 

- Castanhas e jeropiga - Sair do metro e sentir aquele cheirinho das "quentes e boas". Dias não são dias, compra e come enquanto espreitas as montras com a nova colecção, caso contrário, faz em casa e come em família. 


- Brinca com as folhas - Sê criança por alguns minutos e salta nas poças de água e chutas as folhas que andam pelo chão. Alivias o stress e recordas a tua infância. 

- Vitamina C - Não há nada melhor que começar o dia com um sumo de laranja. Previne gripes, fraquezas e infecções.


- Retorno das tuas séries favoritas - Comando na mão e liga a televisão. Nada melhor que acabar o dia na companhia de Sheldon ou Olivia, mas melhor mesmo é....

- Bebidas quentes - A saga do Chocolate Quente ou até mesmo um simples chá. Toca a descobrir novos sabores.


- Indumentária - Os gorros, as luvas, as botas e tudo mais... Aquelas camisolas fofinhas mais um par de calças de ganga. A simplicidade da estação ajuda.

Vi esta ideia no blog da Lauren e decidi roubar e fazer uma para mim
- Fazer uma tarde de maçã -
- Provar um novo sabor - 
- Festejar o Halloween - 
- Surpreender alguém -
-Ler o resto dos livros que me faltam - 
- Festejar o meu aniversário - 


10 mandamentos para uma vida mais fitness e saudável - Bons Vícios #37


- Terás Sempre Pensamento Positivo - Por muito que a vida corra mal e que o teu corpo não esteja ao teu gosto, jamais penses negativo. Pensamento positivo atrai coisas positivas!!!!

- A Motivação está contigo - Sem motivação não vais a lado nenhum, por isso arranja-a. Faz uma playlist animada, convida amigas para irem ao ginásio e às compras. Coloca fotos de gajos bons no frigorífico para não asneirar.... 

- Objectivos - Ninguém começa a ser fit à toa, todos que começam esta vida começam por definir objectivos. Escreve e coloca-os à tua vista para ver se a coisa se entranha na tua cabeça e asneiras menos e fazes mais.


- Planeia as tuas refeições - Ah mas cá em casa... Eu não disse, planeia refeições familiares, disse as tuas refeições. Se o pessoal de casa ainda não está preparado para adoptar uma alimentação mais fit então estás por tua conta, já está na hora de aprenderes umas coisas relacionadas com a cozinha.

- Acredita em ti - A gaja da Mimosa tem razão - se não gostares de ti, quem gostará? - La même chose se passa com a tua confiança. Tu consegues, basta acreditares! 


- Comemora as tuas pequenas vitórias - Faz um grande bolo quando perderes 10kgs, come uma caixa de gelado, faz o que tu quiseres! Não abusem com as vitórias, perder 1 kg dá para um croquete e não para uma caixa de chocolates!

- Relaxa e mima a tua pessoa - Depois de um bom treino bem que mereces um duche cheiroso e besunta-te toda. Todos os dias, tira 5 minutos para ti. Faz uma lista de coisas que tenhas a fazer, pinta as unhas, dá um passeio, faz qualquer coisa de que tu gostes e que te dê força.

- Mexe-te todos os dias - Para se ser saudável é preciso mexer o cu. Parem de comprar comprimidos, chás e merdas que dizem que ajudam a emagrecer... Isso é trampa e gastam dinheiro à toa e podiam gastar esse dinheiro numa inscrição num ginásio. #jedisçajedisrien

- A água é a tua melhor amiga - Compra uma garrafa personalizada, descarrega uma app, acrescenta-lhe sabor e leva-a contigo para todo o lado. A água é tua amiga e não te faz mal nenhum.


- Que a força esteja contigo - É difícil deixar de comer porcarias e há tentações por todos os lados, mas tu tens força e não te deixes iludir pelo lado negro da força. Chocolate é bom então estipula um dia ou dois para te satisfazeres. 










E não se esqueçam, as caminhadas estão de volta! Venham abanar esse cu com a aula de Zumba... a Mafalda não morde, só grita. Acreditem que vale a pena, nem que seja só para queimar as calorias do jantar ;) 

Me before you de Jojo Moyes - Ler faz bem #89

Classificação: 4 estrelas 

Viver depois de ti 
Autora:  Jojo Moyes
Edição/reimpressão:06-2013
Editor:Porto Editora
Páginas:448

Viver depois de ti de Jojo Moyes
Lou Clark fica sem o seu 1º emprego. Não tendo muita experiência nem grandes estudos é-lhe proposto tratar de uma uma pessoa com deficiência. Acaba por ir para a casa dos Traynor, onde conhece Will. Will é um homem bonito que perdeu a sua força de viver após o acidente. A mãe de Will contrata Lou na esperança que a mesma consiga dar alegria à vida de Will. Nem sempre será fácil, mas a amizade surge aos poucos e ambos revelam o que eram e o que querem ser.


Gostei de ler em inglês, foi a primeira vez e de certeza que não será a última. Apesar de ser considerado um romance, não achei o livro uma lamechice pegada, só lá mais para o fim. 
A Lou chega a um certo ponto que enerva mas ela nem é má pessoa. Já Will tem todos os motivos para estar infeliz da vida mas podia fazer um esforço para não magoar os outros. O livro aborda um tema tabu - a eutanásia - que na minha opinião podia ter sido mais explorado pela autora. 
Não sei se já repararam mas este livro parte da ideia do filme "Les Intouchables". Foi uma ideia de génio, tornar uma amizade em amor, boum! Sucesso garantido! 
Se já viram o filme e não leram o livro, tenho a dizer o seguinte - Ide ler o livro porque o filme está muito mal adaptado. Esqueceram-se de pequenos detalhes que iriam mudar de todo a história. A personalidade da Lou é assim por causa de um certo acontecimento que nem no filme aparece. 
Sim, existe continuação mas eu prefiro morrer na ignorância... Prefiro pensar que este livro é filho único.

Pontos positivos: Abordar o tema eutanásia, apesar de ter sido só ao de leve.
Pontos negativos: Patrick, o namorado da Lou. 


Mais um episódio cá de casa #24


O dia 17 de Setembro de 2016 passará a ser conhecido como o dia do "A minha mãe é amiga da Fernanda Carreira/Antunes/mulherouex-mulherdoTony e não sabe"

Todos os anos vamos ao Mega PicNic do Continente. Passeamos por Lisboa e depois subimos a Avenida para ver a mostra "cada vez menos rural e cada vez mais comercial" do Continente. Como é habitual vemos o concerto do tio Tony e eu fico a olhar para o baterista (sim é giro, faz favor de se meterem na fila). No fim fomos dar mais uma volta para deixarmos sair toda aquela gente do recinto. Por sorte ou por azar encontramos a D. Fernanda lá no meio. A minha mãe e a mãe da F' quiseram tirar uma foto com a dita cuja. Naquele encontro a D. Fernanda solta um "ai miga mas eu conheço-te". OI?! Tanto a mãe da F' como a minha ficaram com cara de parvas. A D. Fernanda agarra-se à minha mãe de maneira stalker e não a queria largar por nada. Continuou durante um bom tempo a dizer que conhecia a minha mãe, até que lhe disse - "Será da França?", "Da França não, nós não somos amigas?". Pára tudo! Aquele momento foi WTF. A minha mãe responde, "talvez seja dos concertos ou isso" e a D. Fernanda continuava a dizer que eram amigas. Lá tiraram fotografias e a D. Fernanda despediu-se com "Miga foi bom voltar a ver-te". 
Tu queres ver que a minha mãe também é a miga da D.Dolores e eu não sei? 

P.s:. Sabem quem subiu a avenida connosco? O Luís Borges. Ah e voltei a roubar uma placa!

La Valse d'Amelie #TimSemPudor

A paixão é algo que não se controla, é inesperado e quando tudo acaba é doloroso. Criar uma carapaça de maneira a não te voltares a apaixonar é duro e ficar presa a ela é ainda pior. Será que consigo apaixonar-me outra vez? Serei capaz de confiar nas palavras de alguém, que até me quer ver feliz?
As cicatrizes são tantas e tão profundas que acabamos por nos deixar levar pela moleza da vida. Ver os outros felizes torna-se a tua luta diária, onde tudo se move contra ti e nada, mas mesmo nada te faz feliz. Podem ser felizes, mas não à tua frente. Quando descobres dor no meio de tanta felicidade até que te sentes satisfeita, mas nunca o suficiente pois o arrependimento do teu pensamento surge na tua dor diária. Quem são eles para te dizerem que és fraca? Quem são eles para te dizer o que é certo e o que é errado? 
Dor sentem aqueles que ficam presos a uma paixão antiga e que estão tão cegos que só vêm a sua realidade, por vezes tão absurda que nem os loucos a compreendem. Quem são eles para te julgar? 
Ama, dizem eles. Mas quem ama sofre e quem não ama, sofre mais. Quem não ama, sofre e sofre bem. Tudo à tua volta gira mas só tu continuas intacta no teu pensamento. Muda diz ela, fala diz o outro. As escolhas, as decisões, tudo o que pode mudar na tua vida é a ti que te diz respeito. Só tu podes olhar para o espelho e dizer, estou pronto. Dá o corpo às balas e sente a dor de cada uma delas, até que a dor passe e se torne tão banal. Deseja sempre mais, deseja sempre aquilo que mereces. Os outros não te conhecem tão bem como tu. Não deixes de amar só porque tens medo, tem medo por não te teres deixado amar. Tudo custa, e no que diz respeito ao amor, faz com que deixe marca.

*Este texto foi escrito ao som desta música


You don't own me
Don't try to change me in any way 
You don't own me 
Don't tie me down cause I'd never stay 

A Original também não é má de todo.

Promoções de ler e chorar por mais #1


Só hoje na Fnac online - 30% desconto imediato.
Vejam os livros disponíveis

Mais um episódio cá de casa #23


Telemóvel toca...o meu avô atende
Avô: 'TOU
Alguém da Nos: Bom dia, o meu nome é Maria Chata e gostaria de...
Avô: Olhe... Não sou o proprietário deste telemóvel. - desliga
Tim: Então! Deixaste a moça a falar sozinha e ainda por cima mentiste.
Avô: O telemóvel não é o meu, é o da tua avó. O meu ficou em casa.
Tim: Tá certo e agora vais utilizar essa desculpa.
Avô: Já sei como os despachar.

Chiado Clube Literário & Bar é um dos palcos da VFNO16!



A Chiado Editora tem o prazer de se associar à Vogue Fashion's Night Out 2016, a noite mais vibrante do ano na Avenida da Liberdade, em Lisboa!
A 15 de Setembro, o Chiado Clube Literário & Bar será palco de uma noite memorável de festa, música e compras!
Aproveite os nossos fantásticos descontos, saboreie os nossos melhores cocktails e dance por entre os melhores livros das nossas estantes!

Lançamentos Bizâncio - Novidades Setembro



O Regresso da Princesa Europa
Autor: Rob Riemen
Código de Barras: 9 789 725 305 799
Págs.: 112
Preço: 7,55€ / 8,00€
Formato: 14cmx21cm 

Encadernação: Capa mole com badanas
Ensaio


Para nos ajudar a enfrentar os múltiplos tumultos que a Europa hoje enfrenta, O Regresso da Princesa Europa, de Rob Riemen, pode ler-se como uma canção de Orfeu, plena de esperança, auto-reflexão, sabedoria e confiança.


Nesta obra, o autor procura fazer renascer a memória da Princesa Europa, criadora de um ideal de civilização magnífico e profundamente humanista, enaltecido por filósofos e poetas e tornado realidade pelos corajosos e decisivos actos de todos os que lutaram por um mundo de verdade e justiça, contra a tirania do poder, da riqueza e da estupidez.

Do autor de "O Eterno Retorno do Fascismo" e "Nobreza de Espírito".


A Retirada - A Primeira Derrota de Hitler
Autor: Michael Jones
Código de Barras: 9 789 725 305 751
Págs.: 368 + 16 (de entratextos)
Preço:  16,98€ / 18,00€
Formato: 15,5cmx23,5cm
Encadernação: Capa mole com badanas
História


A batalha de Moscovo foi o inferno na terra, terrível e sangrenta para invasores e defensores. Michael Jones reuniu, uma vez mais, testemunhos de civis e militares veteranos para nos trazer este quadro realista e impressionante.
A Retirada é a história intensa e dramática do princípio do fim da Segunda Guerra Mundial, quando os exércitos de Hitler – em confrontos selvagens durante o inverno – sofreram a sua primeira derrota na Frente Oriental.
Do autor de "O Cerco de Leninegrado" e "Guerra Total".

A Istambul do Sultão - Por cinco Kurus por dia
Autor: Charles FitzRoy
Código de Barras: 9 789 725 305 782
Págs.: 176+16 (de extratexto)
Preço: 14,15€ / 15,00€
Formato: 14cmx21cm Encadernação: Capa dura
História


Istambul é uma cidade de segredos.
Viaje no tempo até à época do Grand Tour, quando Istambul era um dos destinos preferidos dos viajantes intrépidos e conheça o mundo exótico da Istambul otomana de 1750!

Saiba como aceder ao protegidíssimo Palácio Topkapi e descubra a verdade por trás de todos os boatos acerca dos encantos das concubinas do harém do sultão. Descubra como regatear com os hábeis vendedores nos bazares, que emoções o aguardam num banho turco e os estranhos rituais dos dervixes rodopiantes. Não conseguirá conter o espanto perante os sumptuosos palácios e sublimes mesquitas dos Otomanos, e as grandes obras artísticas e arquitectónicas dos Bizantinos que os antecederam.

A Istambul do Sultão por cinco Kurus por dia é o terceiro volume da série de "guias turísticos históricos" editada pela Bizâncio.

5 boas razões para estares feliz com o regresso às aulas



- Reencontro com os amigos - Há lá coisa mais importante que rever aquelas amigas e contar detalhadamente as tuas lindas férias de verão?


- Sensação de Produtividade - Estar em casa sem poder mostrar as nossas capacidades e fazer "render" a nossa inteligência é daquelas sensações que ninguém merece passar por elas, o mais chato é ter os pais à perna para fazermos as tarefas domésticas;


- Material escolar - Posso já não andar na escolinha mas adoro material escolar, era daquelas compras pelas quais ansiava o ano todo;


- Criar de novas memórias - Como me lembro daquele baile de finalistas, daqueles passeios e de jogar à bola atrás dos pavilhões. Animem-se e vivam com emoção a vossa fase escolar;


- Uma pausa dos pais - É como se fosse um intervalo.

Quanto vales? #TimSemPudor

Sejam bem-vindas à nova crónica. Aqui falarei de tudo e como podem ver, sem qualquer pudor. Então e porque é que não começaste mais cedo? Porque a insegurança é uma cena lixada e ter uma amiga que é chata como tudo ainda é pior. 

Homens e Mulheres são seres diferentes e que em nada são iguais, e não tenho bem a certeza de qual é que gosto mais. Quando estou com alguém a conversar e vejo um beau gosse tudo o que gira à minha volta pára e só há uma visão para mim - moço jeitoso está a passar - digo à pessoa que está comigo, o que achas? Ela responde é giro ou han nada de especial...
Nós, mulheres não somos nada complicadas no que diz respeito a avaliar os rapazes, mas ao que parece no caso dos homens eles usam uma avaliação - 0 a 10 - para classificar as mulheres. 

Nunca percebi a ideia de avaliar as pessoas, cada uma é como é e só tem de se aceitar. É caso para dizer, ou gostas ou não gostas. Imaginemos que és avaliada com a nota 5, o que é que isso significa? És mediana? És assim-assim? E se for com a nota 7? Tens um bom rabo? És inteligente? Nunca percebi essas avaliações, existe alguma explicação para elas que eu desconheça? A meu entender, esta dita coisa não deve ser universal, mas sim subjectiva. Cada um deve ter os seus critérios e por ai se segue na busca da mulher ideal. 

Nós podemos ser complicadas nalgumas coisas, mas no que diz respeito aos homens ou é sim, ou é não. 

The Sunshine Blogger Award - Tag



A C. deve adorar as minhas respostas pois nomeia-me sempre para estas coisas. Aqui está mais uma Tag, espero que gostem pois eu cá não gosto nada de responder a estas coisas.

Nesta TAG, temos que responder a 11 perguntas, que podem ser do mais aleatório que existe e depois nós criamos umas novas 11 perguntas para os nossos 11 nomeados responderem.

1. Se tivesses que criar o livro perfeito, de que livro tirarias: o enredo, os personagens, os vilões, etc.?
Harry Potter e as 50 Sombras de Grey com a música da Ana Malhoa de fundo, pode ser?

2. Se pudesses viajar no tempo, para onde e quando ias?
Anos 70 em Portugal e anos 60 em Paris.

3. Diz uma personagem fictícia que gostarias de conhecer (livros, filmes, séries, animes...).
Hermione Granger.

4. Se tivesses que escolher outra profissão ou outro curso, qual seria?
Advocacia.

5. Qual é o teu comic/filme/série de super-heróis favorita?
A resposta é demasiado óbvia para ser respondida.

6. Menciona um livro que gostaste que foi aconselhado por um(a) amigo(a).

7. Se pudesses ter um super-poder, qual seria?
Invisibilidade.

8. Conta uma situação, ou um momento, mais engraçado em família.
Ver o meu avô e o meu irmão a jogarem ao Uno, o puto mesmo fazendo batota perde. 

9. Quem é o teu actor/actriz favorito representando uma personagem fictícia?
Jennifer Lawrence aka Katniss Everdeen 

10. Qual é a tua mitologia favorita (p.e: grega, romana, egípcia, maia...)?
Grega.

11. Partilha uma música que te faz lembrar um momento feliz ou simplesmente que te faça sentir um pouco de nostalgia.
Gregory Lemarchal - SOS d'un terrien en detresse 

Alma Rebelde de Carla M. Soares - Ler Faz Bem #88

Classificação: 3 estrelas

ALMA REBELDE
de Carla M. Soares
Edição/reimpressão:03-2012
Editor:Porto Editora
Dimensões:151 x 235 x 19 mm
Encardenação:Capa mole
Páginas:288


Alma Rebelde de Carla M. Soares
A história passa-se durante o século XIX, onde Joana é negociada pelo seu pai a uma família nobre com título mas com poucos meios.
Joana é uma mulher inteligente que sonha ser livre e independente mas contra a sua própria vontade, parte até à propriedade onde passará a viver. Acaba por conhecer Santiago, o seu noivo, e sente que talvez se apaixone por ele, mas esconde um segredo que pode estragar a felicidade de ambos.


Há livros que nos marcam, este marcou-me pelo aborrecimento.

Os capítulos são separados por cartas escritas entre familiares e é lá que ficamos a saber pormenores da vida de alguns.
No século XIX as mulheres não podiam abrir a boca para nada, e Joana fica frustrada com o negócio do pai, deixando-se levar pela tristeza do seu destino. Acaba por se apaixonar por Santiago mas sempre de pé atrás. 
Não posso revelar mais pois estaria a dar spoilers. Se gostam de romances históricos com final feliz, este livro é para vocês. No meu caso, não gostei. A história é previsível e depois é o despacha que as folhas são para poupar. Dou os parabéns à escritora pois apostou numa temática ainda pouco explorada em Portugal. 

Pontos positivos: O facto de a escritora explorar um tipo de romance histórico sem envolver muita história.
Pontos negativos: O segredo de Santiago era previsível... A Joana torna-se numa personagem fraca com o desenrolar da história, o que é pena.

No meu tempo não era nada disto #11


Esta música é o meu novo ódio de estimação
#Fazcomquebatapalmasemusarasmãos

TAG: De tudo um pouco


A Lilium Black lembrou-se de mim pode deve saber que eu adoro estas coisas, coisas essas que me fazem puxar pela cabeça e depois fico irritada, mas vocês adoram  conhecer-me mais um pouco e por isso vale o sacrifício de estourar neurónios. 

Regras
Responder a todas as perguntas;
Indicar no mínimo 11 blogs com menos de 500 seguidores;
Colocar o selo da Tag;
Colocar o link de quem te indicou.

1 - Qual é o seu estilo de música preferido?
Gosto de música francesa, desde Edith Piaf a Coeur de Pirate. #nãosounormal

2 - Qual é a sua roupa favorita?
T-shirts, sou daquelas que aproveita os saldos para comprar t-shirts de todas as cores e feitios.

3 - Qual é o seu calçado favorito?
A minha imagem do blogue diz tudo.

4 - Camisa ou camisola? Calça ou Calção?
Camisola e calças.

5 - Cabelo estiloso ou tradicional? Liso ou encaracolado?
O meu cabelo é loiro e é parvo todos os dias. 

6 - Brigadeiro ou Sorvete?
Leite condensado às colheres... tenho saudades de fazer isso :x

7 - Doce ou salgado?
Agora fiquei doce, doce, doce, doce...

8 - Como você define seu estilo?
Simples demais.

9 - Você é consumista ou só compra o básico?
Compro o básico no que diz respeito à roupa.

10 - Se considera vaidosa?
A sério? Vocês já me deviam conhecer...

Mais um episódio cá de casa #22


Estás bué bem em pilates quando alguém relata o sonho que teve - Sonhei que estava numa área de serviço e estavam lá a senhoras da limpeza. Depois de fazer xixi o Prof. Marcelo puxou a água.

Dewey de Vicki Myron - Ler faz bem #87

Classificação: 2 estrelas

Dewey
de Vicki Myron
ISBN: 9789892301730
Edição ou reimpressão: 12-2008
Editor: Caderno
Dimensões: 153 x 233 x 16 mm
Encardenação: Capa mole
Páginas: 282




Dewey de Vicki Myron 
Tive conhecimento deste livro pela irmã da Raquel. A mesma disse-me que o gato era super famoso, no entanto não o conhecia. Toca de me emprestar o livro e comecei a ler.
O livro conta a história do gato e da cidade onde ele habita. Foi encontrado na caixa de devoluções de livros da biblioteca. Tinha as patinhas feridas do frio mas mantinha um ar sereno. Habituou-se à paz da biblioteca e fazia companhia a quem por lá passa-se. Não consegui acabar o livro, desculpem. O gato é fofo, tem uma história triste mas é só isso. Não tive paciência para o acabar mas não deixei de ter pena do gato.
A história do gato é bonita mas colocar lá informações desnecessárias era dispensável.


Receitas - Gelatina Saudável


Só é preciso 3 coisas. 

Queijo quark, um pacote de gelatina e água.
Façam a gelatina e depois adicionem 3 colheres bem cheias de queijo.
Envolvam bem, metam num recipiente e toca a levar ao frigorífico.
A gelatina e o queijo vão separar, até vos mostrava mas basta abrir o frigorífico e ela desaparece.
É uma sobremesa fresca e com poucas calorias, aproveitem e façam-na ;)

A Tim tem Insta #Agosto


Fui à piscina da Raquel!!!


Voltei a ver o gato


Ele está de volta... Mas podia ter sido melhor.


Só para meter mais nojo


Fui actualizar o meu repertório de músicas pimbas


Levei a amiga comigo


Fui subir às árvores. 

O resistir à tentação de Agosto é zero pois não comprei nada de nada.