Peregrino de Terry Hayes - Ler faz bem #100

Classificação: 5 estrelas

Peregrino
Autor: Terry Hayes
Coleção: Terry Hayes
ISBN 9789898491770
PVP 22,99 € (IVA incluído) preço fixo até fim de março de 2017
1ª Edição: Outubro de 2015
Edição atual: 1ª
Páginas: 656
Apresentação: capa mole


Peregrino de Terry Hayes
Um homicídio perfeito. Uma morte em praça pública que deixa um jovem à busca de vingança. Uma busca de uma identidade perdida. Uma morte acidental. Locais diferentes e actos isolados. Tudo isto está relacionado e tudo isto põe em causa a humanidade. Mas afinal, quem é o Peregrino? 

Comecei este livro sem vontade nenhuma. A letra não nos cativa e os capítulos são pequenos e de rápida leitura. Começa por relatar todos os acontecimentos isolados. Vemos os episódios a desenrolaram-se aos olhos do Peregrino. Tudo é escrito ao pormenor e de uma exactidão para que nada se escape. 
Nota-se pela parte do escritor um forte conhecimento, ele estudou bem a lição e conseguiu pô-la em prática. Nada mas nada é deixado em aberto. Pensamos sempre que cada acontecimento é isolado, até o próprio Peregrino têm alguma dificuldade em compreender, até se dar o clique e apercebe-se que nada é por acaso. 
É um livro que requer muita atenção e a sua leitura deve ser bem ponderada pois quando a começam é mesmo para levá-la até ao fim, acreditem. 
Foi uma leitura pesada que fez-me querer abandonar várias vezes, no entanto não o fiz. Alerta Spoiler - Deixou-me a pensar, será que os terroristas já pensaram alguma vez naquelas hipóteses escritas no livro? Como terá sido o 11 de Setembro para as pessoas com deficiência que lá trabalhavam? Será que os terroristas têm sentimentos? Quantas identidades já recolheram os terroristas sem que o FBI dê-se conta? Muitas dúvidas para as quais o livro responde. 

Pontos Positivos: Ensina muita coisa. Todas as acções e pormenores estão bem estruturados e bem estudados. O autor não deixa nada por contar.
Pontos Negativos: Esperava um outro fim para o Peregrino.

Frases do caraças

"As pessoas dizem que o amor é fraco, mas estão erradas: o amor é forte. Em quase toda a gente, sobrepõe-se a tudo o mais: patriotismo e ambição, religião e educação de um filho. E, de entre todos os tipos de amor - o épico e o corriqueiro, o nobre e o básico -, aquele que um pai sente por um filho é maior."

"Quando se quer ser livre, tudo o que se tem a fazer é largar."

"Ouço muitas vezes dizer que, se os nossos inimigos próximos fossem destruídos, a maioria dos nossos problemas desapareceria. Não penso que isso seja possível. Os inimigos próximos são demasiados cruéis, sentem-se demasiado contentes ao oprimir-nos e matar-nos."

3 comentários:

Cátia Rodrigues disse...

Muito curiosa com este livro!

THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM //

TheNotSoGirlyGirl disse...

adoro a tua estante, tim!! :D

excelente sugestão, parece me super interessante!

beijinho
TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

Cláudia S. Reis disse...

Tenho cá por casa um mini livro com os primeiros capítulos desse livro, mas por acaso nunca lhe peguei. Tenho que tratar disso!