Ler faz bem #18


Classificação: 6/10

"Não te conto o meu segredo" - Samantha Young - Jocelyn perdeu tudo ainda era menor e talvez tenha sido essa perda que a levou a ter uma adolescência atribulada. Quando decide por fim à sua rebeldia, surge um imprevisto.
A morar já algum tempo com a sua confidente Rhian, a amiga decide morar com o namorado de longa data. Joss - nome pelo qual gosta de ser tratada - têm de deixar a casa e procurar um quarto.  
Focada no seu futuro decide morar com Ellie, uma jovem com uma casa de meter inveja. Apesar de ser reservada, Joss depressa trava amizade com Ellie. 
Numa noite, Joss tenta apanhar um táxi mas ao entrar apercebe-se que tem companhia. Um homem elegante e engravatado. Partilham o táxi mas Joss não acha piada ao Engravatado, por enquanto... mal ela sabia que ele era Branden, irmão de Ellie.
Joss quando está com Branden traz ao de cima o pior dos piores maus feitios de sempre... mas é como o cão e gato... e parece que a coisa até aquece.


Não desgostei do livro. A história de Joss e Branden tem a sua piada, como diz o outro, quanto mais me bates mais eu gosto de ti. O livro é considerado a melhor obra logo depois das 50 Sombras de Grey, como não li as 50 Sombras não sei... mas que tem cenas de meter bolinha no canto superior direito, ai isso tem. 
A leitura é fácil, não tem palavras difíceis, se gostam de livros eróticos, este é uma obra obrigatória. 

Curiosidades: A capa do livro é um mimo, traz um laçinho. 


Classificação: 6,5/10

"Procuro-te" - Lesley Pearse - Após saber como ocorreu a morte da sua mãe, a vida de Ellen sofre uma reviravolta. Violet, a sua madrasta, faz-lhe a vida negra enquanto embeleza a da sua irmã Josie. Sempre foram grandes amigas, mas o seu modo de ver a vida não podia ser mais distinto. 
Ellen fica encantada com um trapezista e entrega-se de corpo e alma, acabando por ficar grávida e sozinha. Josie apoia a irmã, mas também quer seguir o seu sonho. Ellen acaba por ir trabalhar para casa de um casal até ao nascimento da sua filha. É obrigada a entregar a sua filha, mas ao longo dos anos, Ellen sente-se cada vez mais arrependida.
A vida solitária de Josie, leva-a a tomar decisões drásticas, foge para Londres e tenta a sua sorte em sessões fotográficas de cariz duvidoso, acabando por se entregar ao álcool e às drogas.
Passaram 25 anos, Daisy acaba de perder a sua mãe adoptiva e decidi ir à procura de Ellen, a sua mãe biológica. Graças a essa procura, Daisy ganha confiança mas deixa de parte os assuntos do coração. Mas quem mexe no passado tem de ter cuidado.


Se pensam que o livro segue uma linha e que é totalmente previsível, ora enganem-se. O livro começa com a Daisy e depois só se sabe dela lá mais para o fim do livro. Fiquei desiludida com o romance da Daisy, uma coisa muito xoxa. 
As irmãs Ellen e Josie ganham destaque por um tempo, mas depois de Ellen seguir com a sua vida, Josie ganha destaque. Adorei a personagem Josie! Pensei que fosse uma sonsa, mas afinal até que tem uma mente diabólica. 

8 comentários:

Jovem $0nhador@ disse...

Já li "Procuro-te" - Lesley Pearse e gostei muito! Não fosse ela a minha escritora favorita!

FME disse...

Você lê muito e muito rápido, qual o truque? Eu por norma é só quando me deito e aos fins de semana também lhes dou uma boa achega.

Emma Scott disse...

Adoro ler... são boas escolhas. :-)

C. disse...

eu vou continuar Outlander ;)

Sabores e dissabores literários disse...

Olá,
Nunca li nada de Lesley Pearse, mas gostava de o fazer ainda este ano. :)
Beijinhos.

M. disse...


"Não te conto o meu segredo" - a capa é de lado. Todo o livro é assim, ou é só a capa?

Sónia Miranda disse...

O Procuro-te parece ser interessante

estrela disse...

eu já li esse livro "procuro-te" achei mais ou menos como tu!!!!
nada de especial!