Será 2014 o ano?

Tenho andando a pensar em resoluções para 2014, mas pergunto-me para quê.
2013 foi de alegria e de tristeza, não posso dizer que foi um ano positivo, porque na realidade sofri em certos momentos e com certas pessoas. No entanto, surgiu uma oportunidade de estágio que se tornará em breve em trabalho, pelo menos assim o espero.
Foi também em 2013, que comecei a dar importância ao meu "eu", a fazer coisas por mim, e a tirar partido de mim.
Descobri que gosto de dançar, embora muito mal, e aprendi a gostar de desporto. Conheci pessoas novas. Aprendi a comer de forma saudável. 
Aprendi muito e não aprendi nada, mas todos os anos são assim. Que mais posso dizer? Não é só no final do ano que fazemos o balanço, mas sim quando surgem motivos para tal. Com certas atitudes, com certas pessoas, com "um abre olhos", com tudo um pouco. 
Mesmo assim, decidi, que devo fazer uma lista de objectivos variados e que devo partilha-la com vocês, de maneira a por alguma pressão. 

12 Objectivos
- Comprar um ipad ou um iphone;
- Fazer a "nossa viagem";
- Partilhar com vocês algumas dicas da dieta e receitas, como também escrever mais no blogue;
- Ir a um concerto;
- Poupar dinheiro;
- Mudar de corte de cabelo;
- Começar a trabalhar na minha área;
- Comprar as temporadas de "How i met your mother";
- Ir a Paris;
- Vestir o tamanho 38;
- Comprar os últimos 2 cd's do GL;
- Muita Saúde, Passar bons momentos com os Amigos e Família;


Bom ano para ti que estás desse lado. Cuidado com os doces e fritos, que tenhas tudo do bom e do melhor. Cuidado com as cadeiras, porque é lindo entrar no novo ano com o cu no chão. 


Ufa! Chegou o fim de semana.


Estou arrasada. Fiz uma viagem em 2 dias, ou seja, mais de 10 horas sentada num carro a ouvir Tony. Estive uma hora a apertar a bexiga pois na IP2 não há áreas de serviços (muchas graçias engenheiros). Fui trabalhar na quinta completamente cheia de sono e na sexta a chocar uma gripe. Mas estou agora aqui com um enorme sorriso. E vocês que me contam? O vosso Natal foi bom? 

Porque sei que não venho ao blogue tão depressa


Desejo-vos um Bom Natal! Cuidado com os doces.


Nem sei o que dizer... Boa semana. A minha vai ser cheia de emoções.

Esqueci-me de contar uma coisa. O meu irmão pediu a Ps3, e eu, sendo uma boa irmã vou comprar este jogo para dançar em casa.  Yap, sou bué deprimente.


Pedaços de mim 14#

Hoje o dia começou da melhor maneira, Shy'bam e Bodyvive (já não ia ao ginásio há mais de 2 semanas, e deixai-me ir enquanto posso). As novas coreografias estão brutais para não dizer que deixam uma pessoa "partida". Desde Ricky Martin a Fall Out Boys, há música para todos os gostos. Já cancelei a minha inscrição, mas tenho direito ao mês de Dezembro ainda, se era isso que iam já perguntar.   
Esta semana promete ser de emoções fortes, sabem porque? A N' vai voltar do Brasil. Vamos matar as saudades e pôr muita conversa em dia.

Uma coisa está garantida, para noites frias, o melhor remédio é um chazinho. Eu até era uma pessoa que odiava chá, mas como a dieta o obriga, têm de se fazer alguns sacrifícios. Ah, mas é sem açúcar. O que ando a beber é o de maçã e canela, e vocês qual bebem?


p.s: desculpem lá a qualidade da fotografia 

Preciso de ajuda... do tipo urgente


Este ano voltamos a trocar prendas de Natal, uma tarefa que para mim é difícil. As minhas "besties" são duas raparigas completamente diferentes. Uma é feminina e a outra é uma maria-rapaz. Já comecei a minha busca intensiva, mas esta tarefa tornou-se mais díficil devido à minha falta de tempo. Podiam dar-me uma ajudazinha?



Pedaços de mim 13#


Cheia de frio e com o nariz a pingar, o que quero mesmo é deitar-me e pôr as minhas séries em dia. 

Tenho andado ocupada, o que até é bom sinal. Neste momento estou bem com a vida, coisa que já não acontecia há muito. Pergunto-me todos os dias como consegui um estágio nesta altura, e agradeço por isso. Houve alguém que me disse - Deus só dá aquilo que merecemos, e que cada um têm aquilo que merece - nem sempre me sinto merecedora desta sorte, mas agradeço todos os dias pela oportunidade que tive. Se há coisa que aprendi com 22 anos foi, que de um dia para o outro a nossa sorte pode mudar. Não pensem que por estarem um ano em casa, ou até mais, que a vossa oportunidade não vai chegar. Isso é mentira. Só o vai acontecer se baixarmos os braços. Por muito que custe, temos que remar contra a maré. Não desistam, são pequenas vitórias que nos fazem acreditar, que um dia, a nossa sorte vai mudar. 
Bem, isto era só para ser um post com uma frase, e acabei por divagar na maionese. Bom fim de semana.