Quebra os maus hábitos

O arrancar as peles das unhas, o comer uma tablete de chocolate ou o chegar atrasado a um compromisso são aqueles vícios manhosos que teimamos em manter. Ninguém é perfeito, e por vezes esses hábitos começam a interferir com a vida dos outros e nós não queremos isso. Mas a grande questão que aqui se coloca é – Como podemos deixar o dito mau hábito?

O primeiro passo é tomar consciência do comportamento. Não é de um dia para o outro que damos conta dos nossos maus comportamentos, por vezes basta uma chamada de atenção da nossa amiga para percebermos que estamos a asneirar e temos de parar – roer as unhas, enviar sms’s ao ex passado meses ou enfardar só porque estamos com o TPM.
Há comportamentos que mexem com o nosso sistema nervoso e precisamos tomar  consciência para podermos acabar com eles. Temos de reconhecer o que está mal e só depois é que definimos o objectivo. Queres unhas longas e duradoras? Queres emagrecer? Queres poupar para uma viagem mas o dinheiro não estica? Então está na hora de definir e criar um plano. Temos de ter noção do que vamos enfrentar pois os maus hábitos podem se tornar grandes desafios.

Se o plano não está a correr como queremos ou se temos alguma pressa na sua concretização, podemos sempre procurar alternativas – Se és fumadora e queres deixar de o ser, então procura ajuda. Ninguém é capaz de o deixar de fumar de um dia para o outro e ajuda médica é necessária e obrigatória. Poderás deixar aos poucos, pois o corpo precisa de se ir preparando. Se adoras fazer compras mas a tua carteira sofre, podes sempre deixar de levar a carteira contigo para o shopping, ou criar budget que te ajude reflectir no acto da compra. 
O que não faltam são opções, mas não queiras acabar com todos de uma vez. Foca num só mau hábito e depois é que podes passar para outro. Não consegues fazer uma alimentação saudável, dormir 8 horas e ir ao ginásio frequentemente - Começa por ganhar uma rotina nocturna depois avança para alimentação e só depois é que te inscreves num ginásio. Adapta-te aos poucos e não à bruta, pois o nosso corpo sente as mazelas.
Mas como tudo na vida é preciso evitar recaídas e resistir a tentações. As histórias das recompensas são muito bonitas mas acreditem que se deixarem de comer chocolate e voltarem a ter o sabor na boca, vão querer comer mais. Por isso é que as recompensas devem ser deliberadas, mas já lá vamos.


Lembram-se 21 Days Sugar Detox? Uns desenhos com doces na qual era possível pintar a nossa evolução? Escrevam as vossas intenções e o que vos leva a mudar. Registem a vossa evolução, seja ela qual for. Apontem as vezes que chegam atrasadas. Apontem as asneiras que comeram. Apontem, pois assim têm uma noção realista daquilo que fazem e talvez tomem mais consciência do comportamento.
Quando derem conta o pior já passou e já nem sequer terão memória do mau hábito, sendo que está na hora da recompensa. A recompensa é uma forma de reconhecer a perda do mau hábito e para relembrar o seu porquê. Mas há que manter o foco e resistir após a mesma.


Nunca exijas mais do que podes e aguentes. Sê paciente, os resultados demoram e perder uma mania pode demorar até 21 dias. Como tudo na vida, os resultados demoram a aparecer mas com tempo e paciência tudo pode mudar.

Vamos Ler Harry Potter de J.K. Rowling - Harry Potter e o Cálice de Fogo

Classificação: 5 estrelas

Harry Potter e o Cálice de Fogo
Autora: J.K. Rowling
Coleção: Estrela do Mar
Nº de Edição: 18ª
ISBN: 978-972-23-2680-3
Nº de Páginas: 592
Dimensões: 135x205mm


Harry Potter e o  Cálice de Fogo de J. K. Rowling 
Tudo parece estar calmo, mas foi na Taça Mundial de Quidditch que se deu o alerta. Harry Potter está de volta a Hogwarts mas as supresas continuam quando ele é escolhido para o Torneiro dos 3 Feiticeiros. O passado anda à espreita e quer vingança. 


Fui surpreendida, bastante surpreendida. Há tanta coisa boa que ficou por contar, e algumas bastante reveladoras.
A primeira vez que vi o filme, fiquei com algumas dúvidas - Como é que o Harry foi parar à Taça? Cadê os Dusley? Como é que a Hermione conheceu o Krum? - Graças ao livro, as minhas dúvidas foram respondidas. 
O Gang começa a ganhar noção do perigo e que deve estar atento a todos os sinais - A Hermione quer estar preparada e quer preparar Harry e Ron.
Harry começa a perder a paciência para a sua fama e quando acha que nada lhe vai acontecer, entra para um Torneiro que não quer.
Dobby e Sirius marcam presença no livro - personagens com pouco destaque no filme, tal como o romance de Hagrid e Maxime que merecia mais destaque. Já Hermione e Krum, no filme, foi estranho porque ficaram muitas pontas soltas e graças ao livro, deu para perceber a relação deles.
O confronto de Harry e Voldemort é uma preparação para o que ai vem. O facto de haver uma morte, deixa o leitor receoso com o futuro. É preciso salientar que este livro acompanhou uma geração e que a mesma foi crescendo com os livros. A JK Rowling preparou bem os seus leitores, pois mexe em assuntos que o leitor não estava de todo, à espera.

Quando penso que JK Rowling já escreveu tudo é só virar mais uma página e BOOM mais uma revelação. Ainda agora comecei e já estou com saudades. Esta mulher vai-me dar uma ressaca literária, estou mesmo a ver.



Reflexão

De um momento para o outro fiquei sem chão. Desisti de um emprego que não me satisfazia e entreguei-me a um projecto ambicioso. A vida é curta para a desperdiçar em algo que não vale a pena. 
Fiquei com mais tempo para tratar das minhas coisas e fiquei com mais responsabilidades. Os meus dias são passados frente ao Pc e nada mais. Dei mais valor à minha agenda e a minha organização tem sido um grande treinador adjunto. 

Mas o projecto ficou em stand by e eu fiquei também. Deixei-me ir na onda de negatividade e até agora não tenho tido melhorias. Porque é que uma pessoa vai abaixo nestas alturas? A vida continua... mas essa onda de negatividade traz sempre mais negatividade. 

Forço o sorriso e continuo a escrever. Pois a escrita acalma-me e o blog tem sido sempre aquele amigo das horas de maior dor. Amanhã o dia vai correr melhor e talvez traga mais novidades. 

Novidades Literárias - HarperCollins - Outubro

O novo e deslumbrante romance de uma das autoras mais vendidas do panorama literário internacional. Um thriller absorvente que mistura suspense psicológico com a investigação de um mistério por resolver.

Duas meninas são obrigadas a entrar no bosque com uma pistola apontada.
Uma foge para salvar a vida. A outra fica para trás.
Há vinte e oito anos, um crime horrível sacudiu a feliz vida familiar de Charlotte e Samantha Quinn. A sua mãe foi morta. O seu pai, um conhecido advogado de defesa de Pikeville, ficou prostrado de dor. A família desfez-se irremediavelmente, consumida pelos segredos daquela noite pavorosa.

Transcorridos vinte e oito anos, Charlie tornou-se advogada, seguindo os passos do pai. É a filha ideal. Mas quando a violência volta a aumentar em Pikeville e uma grande tragédia assola a localidade, Charlie vê-se imersa num pesadelo. Não só é a primeira pessoa a chegar à cena do crime, mas também o caso desperta as recordações que tentou manter à margem durante quase três décadas. Porque a surpreendente verdade sobre o acontecimento que destruiu a sua família não pode permanecer oculta para sempre.


Cheio de voltas e reviravoltas inesperadas e transbordante de emoção, A boa filha é um romance apaixonante: suspense em estado puro.



«Fascinante, um triunfo. Pensem n’O Padrinho,
só que com polícias. Muito bom.»
Stephen King

TUDO O QUE DENNY MALONE QUER É SER UM BOM POLÍCIA.
Malone e a sua equipa são uma unidade especial de elite a quem foi dada carta branca para combater gangues, drogas e armas. Durante dezoito anos, Malone esteve na linha da frente a fazer tudo o que fosse necessário para servir e proteger a comunidade numa cidade construída com base na ambição e corrupção, onde ninguém é honesto
– incluindo o próprio Malone.
O que só alguns sabem é que Denny Malone e os seus parceiros roubaram milhões de dólares em droga e dinheiro.
Agora, apanhado numa armadilha e a ser pressionado por agentes federais, tem de lidar com a ténue linha que separa a traição aos irmãos e colegas, o Serviço, a família
e a mulher que ama, tentando sobreviver de corpo e alma, enquanto a cidade se encontra à beira de um conflito racial que pode destruí-los a todos.

SOMOS TODOS CORRUPTOS À NOSSA MANEIRA

Resumo da Semana #10


Parece que o pessoal se tornou egocêntrico e isso está-me a dar cabo dos nervos


Quando se lembram de mim só para benefício da pessoa


Fui a uma entrevista e basicamente mandaram-me fazer dieta


Parece que tenho feito algumas...


Como tenho passado os meus dias


A fugir das responsabilidades sem sucesso


Vou tirar férias